Prova será aberta ao público e acontece neste sábado (30)

As raias de Itajaí voltam a receber mais um espetáculo da vela. Neste sábado, a Associação Náutica de Itajaí (ANI) realiza uma regata em comemoração aos 20 anos da organização. A largada será às 13h e o percurso será definido de acordo com as condições climáticas. A competição tem o objetivo de fomentar a flotilha regional e angariar fundos para a manutenção do píer da ONG.

A regata será dividida em dois percursos. O primeiro, voltado aos barcos de oceano e dividido em três classes, terá largada em frente a praia de cabeçudas. E o segundo composto pela classe de monotipo Ibis Shellbeck, construídos a partir do curso de construção naval da ANI. A raia dos mototipos será feita em frente a sede da associação, na Avenida Beira Rio.

“Estamos comemorando os 20 anos de trabalho da ANI com esta regata, trazendo vida para os eventos de vela da nossa cidade. Nosso calendário ainda prevê mais dois eventos competitivos nesse ano e, dessa forma, queremos promover um encontro entre os velejadores e o fomento das flotilhas de vela”, contou Vinicius Santini, Presidente da Associação Náutica de Itajaí.

A inscrição tem custo de 55 reais por tripulante e pode ser feita até o dia do evento, através do formulário disponível neste link:

https://forms.gle/F6mr4UkrQYykrPVH9

ANI

Fundada em janeiro de 2002, a Associação Náutica de Itajaí (ANI) é uma ONG que nasceu do sonho do casal Vilmar e Higina Brás; velejadores de Itajaí que realizaram a volta ao mundo a bordo do veleiro Jornal em 55 meses de viagem e 32.000 milhas náuticas navegadas. Juntamente com a realização deste feito náutico notável, Vilmar e Higina trouxeram a experiência internacional da valorização e do potencial do ambiente náutico para a formação dos jovens.

O então sonho era de construir um local para reunir jovens e transmitir os conhecimentos adquiridos durante a sua viagem de circunavegação, os fundamentos da educação ambiental e resgatar a cultura náutica de Itajaí. Desde 2001 a ANI já atendeu mais de 5 mil jovens com atividades de remo, vela, canoagem e educação ambiental.

Comentários