Por mais que a trilha seja no litoral e a paisagem revele uma bela praia, o ideal é usar calçado fechado, calça e camiseta de manga longa, diz especialista.

Durante o verão é comum vermos no noticiário pessoas ou grupos que precisaram de ajuda para sair de uma trilha, ou foram resgatados. Além disso, notícias sobre acidentes em atividades junto à natureza sempre são um sinal de alerta para quem gosta de praticar esse tipo de aventura.

Segundo o guia de ecoturismo, Alessandro Nelito Adriano, da Live the Life Adventure, existe uma série de fatores que devem ser observados antes de sair caminhando para dentro de uma trilha. “É preciso observar o terreno, condições climáticas, condicionamento físico e equipamentos como roupas e calçados adequados”, explica.

Apaixonado por atividades outdoor, Alessandro, mais conhecido como Lê, é praticante de esportes de aventura há mais de 10 anos, além de atuar como socorrista. Há um ano fundou a Live the Life Adventure, uma empresa de Ecoturismo e Esportes de Aventura, que promove trilhas, rapel, acampamentos e viagens para vários lugares de Santa Catarina e do Brasil. Um dos objetivos é justamente oferecer atividades de aventura junto à natureza com toda a segurança necessária.

Segundo Lê, muitos incidentes registrados em trilhas estão relacionados com a falta de conhecimento das pessoas sobre o local, por isso o primeiro passo antes de fazer uma trilha é se planejar. “Como saber se é a trilha fácil ou complicada? Se você não conhece nenhum guia, nenhuma pessoa que já fez essa trilha, é preciso pegar informações com moradores locais, na internet… Infelizmente as trilhas aqui na nossa região não são sinalizadas por isso existe o risco de pegar um caminho adjacente e se perder”, orienta.

Além do planejamento sobre o local a ser explorado, entrar numa trilha com roupa de banho não é uma boa ideia. Por mais que a trilha seja no litoral e a paisagem revele uma bela praia, o ideal é usar calçado fechado, calça e camiseta de manga longa. Ainda conforme Lê, alguns equipamento são indispensáveis. “Além do calçado e da roupa adequada e confortável, é preciso ter um telefone com bateria para emergências, um kit de primeiros socorros, e porque não uma lanterna? A gente nunca sabe o que pode acontecer. Jamais esquecer de comunicar outras pessoas sobre os horários em que você vai entrar e sair da trilha, porque se você não voltar, essa pessoa vai te procurar ou acionar o socorro”, reforça. Água e algum tipo de alimento também são itens importantes. 

Apesar de toda a orientação, o ideal mesmo é ter sempre por perto alguém experiente nesse tipo de atividade. “Por mais que tenhamos aplicativos que nos indicam o caminho, nunca será igual a uma pessoa experiente estar te guindo”, finaliza.

Comentários