Quando o pet filhote chega nas nossas vidas não tem como não se apaixonar, não é?

Tão fofos, brincalhões, que a nossa vontade é carregar conosco para todos os lados. Mas você sabia que ao levar ele passear, pode estar comprometendo a saúde do seu bichinho? Não se preocupe, vai chegar a hora certa para o seu amigo poder passear junto com você.

O filhote, ao nascer, recebe os anticorpos da mamãe através do leite, eles auxiliam na imunidade, mas esses anticorpos não são suficientes para protegê-los de todas as doenças.

Ao levar o filhote passear, o tutor vai estar expondo o pet a outros animais e ambientes que podem estar contaminados, fazendo com que as doenças apareçam, e devido a imunidade dele ainda não estar desenvolvida, o organismo não terá condições suficientes para eliminá-las. Então, é correto aplicar primeiro todas vacinas para só então poder passear com seu pet sem riscos.

 O cronograma de vacinação pode variar conforme a espécie, raça, idade e o histórico do pet desde o nascimento. O médico veterinário vai saber orientar certinho quanto a isso.

Vale lembrar também que a vacina deve ser de qualidade (importada), pois uma dose que não seja eficiente não irá imunizar o seu amigo e será dinheiro jogado fora. Sempre procure um veterinário habilitado para fazer a vacinação e os cuidados que seu animal precisar, um amigo tão fiel não merece receber cuidados duvidosos né.

Depois de seguir essas instruções, é só aproveitar os passeios com o seu amigo. Antes disso, é melhor curtir ele apenas em casa, ok?

Comentários