Mesa de debates faz parte da programação do 3º Festirua e traz à comunidade e aos artistas uma série de transmissões ao vivo com temas relacionados ao teatro de bonecos.

Um universo de possibilidades e histórias são contadas por meio de uma pequena caixa cênica, portátil, dentro da qual é encenado um espetáculo, em geral de curta duração, com a utilização de bonecos ou outros objetos que são animados pelo artista. Este é o teatro de lambe-lambe, cuja linguagem, oportunidades e desafios serão amplamente discutidos por artistas renomados da área, no dia 16 de outubro, às 19 horas, no canal youtube.com/c/CiaSandraBaronFestirua.

Esta live faz parte da programação do 3º Festival Internacional de Teatro e Títeres de Rua (Festirua), que acontece de 1º a 30 de outubro, de forma on-line. Durante este bate papo, artistas do Grupo Girino (MG), Cia PlastikOnírica (SP), Cia LuaPraRua (MG) e Oani Teatro (Chile) vão debater sobre essa modalidade de teatro de bonecos que encanta crianças e adultos.

O teatro de lambe-lambe é considerado uma modalidade de teatro de bonecos e já foi foco em muitos festivais nacionais e internacionais. O gênero foi criado em 1989 pelas bonequeiras nordestinas Denise de Santos e Ismine Lima. Vários espetáculos dessa modalidade estão presentes no Festirua e podem ser apreciadas pelo público de todas as idades, em qualquer dia e horário, na plataforma de filmes Filmjoin, através do site www.festirua.com.br.

“Atualmente o teatro de lambe-lambe está no mundo todo e se utiliza de muitas linguagens das formas animadas. É enriquecedor mergulhar em um universo lúdico por meio de uma pequena abertura de uma caixa, em que bonecos e personagens interagem. É sobre esta técnica que vamos falar na mesa redonda virtual, com transmissão ao vivo”, explica Sandra Baron, atriz, produtora cultural e coordenadora do Festirua. Segundo ela, o teatro de lambe-lambe, mesmo sendo em miniatura e de curta duração, é uma obra completa, com dramaturgia, personagem, figurino, sonoplastia e iluminação.

Esta mesa redonda é uma oportunidade de aperfeiçoamento, aprendizado e formação para os artistas e demais interessados. “São pessoas renomadas neste segmento cultural, de diversas partes do Brasil e do exterior, que vão compartilhar conosco experiências que podem ser aplicadas em nosso trabalho teatral e nas nossas relações com os bonecos”, reforça a coordenadora.

O evento é uma realização da Cia Sandra Baron por meio do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Lei Federal de Incentivo à Cultura. O projeto conta ainda com o apoio das prefeituras de Bombinhas, Itapema e Porto Belo.

Aproveite a oportunidade e participe! Dia 16 de outubro, às 19 horas, no canal youtube.com/c/CiaSandraBaronFestirua.

3º Festirua – Festival Internacional de Teatro e Títeres de Rua

De 1º a 30 de outubro, crianças e adultos de todas as idades têm a oportunidade de assistir espetáculos de teatros de bonecos em uma rica programação que traz companhias nacionais e internacionais. São 30 dias de apresentações do universo lúdico de bonecos, capaz de encantar crianças e reavivar sonhos em adultos.

A terceira edição do Festirua apresenta 30 companhias selecionadas, sendo seis internacionais e 24 nacionais de sete estados brasileiros. O Festival oferece, gratuitamente, 25 espetáculos de teatro de animação e três tutorias de como fazer teatro de bonecos. A programação é livre pra todas as idades e os vídeos com texto possuem legenda em espanhol ou em português, como também alguns deles têm libras e audiodescrição.

Além dos vídeos dos espetáculos, o público tem a oportunidade de acompanhar transmissões ao vivo sobre teatro de sombra, marionetes de fio, manipulação direta, lambe-lambe e bonecos de luva. A programação conta ainda com uma aula virtual do bonequeiro Bernd Ogrodnik, da Islândia, marionetista do filme Strings e um dos maiores construtores de marionetes de madeira do mundo.

Sobre os convidados

Grupo Girino (MG)

Fundado em 2006, o grupo já circulou com espetáculos e oficinas por mais de 80 festivais nacionais e internacionais. O Grupo consolidou a perspectiva de um trabalho colaborativo tendo como foco de pesquisa o teatro de bonecos e animação, as potencialidades estéticas de uma dramaturgia autoral e a relação do ator com bonecos, objetos e vídeos.

Cia PlastikOnírica (SP)

A companhia pesquisa e experimenta linguagens e técnicas do teatro de sombras moderno criando obras, ministrando vivências e realizando experiências que unem a arte, a ciência, a filosofia, a psicologia e o sobrenatural. As produções foram reconhecidas por prêmios artísticos no teatro e tiveram ampla participação no Brasil e em festivais internacionais.

Cia LuaPraRua (MG)  

A Cia. LuaPraRua é uma companhia de teatro de formas animadas, criada em janeiro de 2016, em Ouro Preto/MG, pela bonequeira e diretora Adriana Martins e pela bonequeira e atriz Tábatta Iori.   

Oani Teatro (Chile)

Oani Teatro nasceu como uma companhia de teatro, em Santiago, no Chile, em 1998. A companhia foi criada com o objetivo de produzir espetáculos teatrais com atores e formas animadas, formando equipes artísticas de acordo com a natureza do projeto, renovando e experimentando linguagens cênicas que contagiem o público. O grupo desenvolve trabalhos voltados à criação, desenvolvimento, fortalecimento e liderança do teatro de lambe-lambe e à pesquisa do teatro de animação de formas em diferentes formatos.

Fique atento!

O quê: Mesa 3 – Teatro de Lambe-lambe, com Grupo Girino (MG), Cia PlastikOnírica (SP), Cia LuaPraRua (MG) e Oani Teatro (Chile).

Quando: 16 de outubro de 2021, às 19 horas.

Onde: youtube.com/c/CiaSandraBaronFestirua

Assunto: Teatro de lambe-lambe.

Informações: www.festirua.com.br

Comentários