A gravação foi feita em plano sequência, um formato de produção audiovisual que registra uma sequência de ações em tomada única, sem cortes.

“Porto da amizade” é o nome do videoclipe lançado pelo ItSIt Experimental Group. O vídeo foi ao ar na última sexta-feira (19), no canal oficial do grupo no  YouTube. Nos próximos dias, a música estará disponível também nas principais plataformas digitais do mundo. A produção foi viabilizada com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, através de edital da Fundação Cultural e Prefeitura de Itajaí.

O ItSIt Experimental Group surgiu pelo desejo de fazer música durante a pandemia, em meados de abril de 2020. As restrições impostas levaram os músicos e produtores Marcelo Cássio e Giovanni Sagaz a buscar alternativas tecnológicas para continuar criando e executando suas músicas, com arranjos completos, sem a necessidade de vários músicos reunidos. Isso impôs dificuldades na criação dos arranjos, mas, ao mesmo tempo, despertou a criatividade para uma nova forma de pensar a música ao vivo. Entre as várias ideias que nasceram das experimentações, uma delas foi a de produzir o videoclipe de um tema instrumental em plano sequência.

“Porto da Amizade” foi gravado no espaço cultural Itajaí Criativa e, ao lado dos compositores e integrantes do ItSIt que tocam vários instrumentos, outros musicistas participam da produção audiovisual, são eles: Mario Nascimento Jr. (bateria), Evandro Hasse (trompete), Mariana Mattos (tarol), Maria Morena (alfaia) e Aline Vieira (alfaia). A produção ficou a cargo da Café Maestro Produções.

A gravação em plano sequência é um formato de produção audiovisual que registra uma sequência de ações em tomada única, sem cortes – uma tarefa nada simples. “Foram dois dias de estudos de movimentação, preparação, ensaios, marcações e testes até chegarmos à versão final”, contam eles.

“Os desafios desse trabalho são vários e toda a equipe teve que dar o seu máximo”, ressalta Marcelo Cássio. Giovanni Sagaz complementa: “Conseguimos reunir elementos representativos de Itajaí – a casa histórica onde gravamos, o figurino com frases ‘peixeiras’, a manifestação do maracatu e a gratidão aos grandes encontros musicais que a cidade proporciona (em tempos não pandêmicos), representados no sentimento da composição”.

A produção conta com direção de Jaques Rangel, roteiro de Caíque Calove e preparação de elenco de Denise da Luz.

Comentários