Idoso de 89 anos percorreu a cidade pedalando para garantir a vacinação da esposa

A magrela antiga estacionada no Centreventos de Itajaí chama atenção. Principalmente por contrastar com os carros que formam a fila dos idosos que foram se vacinar contra o coronavírus. Seu Nicácio Mendonça, de 89 anos, é o dono da bicicleta. Ele não tem carro, mesmo assim deu um jeito de ir até o drive-thru de vacinação!

O idoso pedalou quatro km para ir da sua casa até o Centreventos! A fiel companheira já está com ele há mais de 60 anos. “ Como sou ciclista desde 1953, o carro não faz a minha cabeça. A bicicleta me leva para onde eu quero. Ela está sempre em forma”, brinca ele.

A bicicleta já tinha sido parceira do seu Nicácio quando ele tomou a primeira dose da vacina na última segunda-feira, dia 08. “Quando soube que estavam vacinando naquele dia eu aproveitei e mandei brasa”, conta o idoso que aguarda o momento da segunda dose, marcada para o fim do mês.

Mas você deve estar se perguntando: se ele já tinha sido vacinado, por que foi até o Centreventos nesse sábado novamente? O motivo da viagem foi a preocupação com dona Célia, sua esposa. Ele percorreu as ruas da cidade com o objetivo singelo de saber se a idosa de 86 anos também poderia ser vacinada.

“Eu quero que ela tome a vacina para ficar imune, esse vírus não é brincadeira. Assistimos televisão todo dia e vemos que tem muita gente morrendo”.

Assim que teve a confirmação que ainda havia doses, seu Nicácio ligou para dona Célia.  Uma vizinha do casal ficou encarregada de levar a idosa até o local. Uma prova de amor e companheirismo para inspirar o fim de semana!

Foto: Greici Siezemel
Comentários