Projeto Praia Limpa retorna ao local para recolher resíduos trazidos pelo mar e pelo Rio Itajaí-Açu

Na manhã desta sexta a Praia da Atalaia, em Itajaí, volta a receber o Praia Limpa. A atividade está marcada para às 9h. Em janeiro, voluntários já passaram pelo local e recolheram 70 quilos de lixo em apenas uma hora de atividade. As ações são uma realização da ONG Eco Local Brasil que, com o apoio da comunidade, vem retirando resíduos de diversas praias. Até março deste ano, o Projeto realiza ações educativas no litoral catarinense, paranaense e paulista.

O idealizador do Projeto, Filipe Pedroso de Oliveira, explica que a data estava previamente reservada para limpeza da Praia Brava, mas a equipe observou uma demanda maior na Praia da Atalaia. “Percebemos que aquela área possui uma concentração de lixo relativamente maior do que a Brava. Acreditamos que isso ocorra por conta dos resíduos que chegam à areia e que são trazidos não apenas pelo mar, mas também pelo Rio Itajaí-Açu”, justifica.

Como participar

De acordo com a organização do Praia Limpa, a ação reúne todas as pessoas interessadas em manter um meio ambiente mais limpo e sustentável. Para participar das atividades de limpeza das praias, basta ir até o local da ação. Todos os equipamentos e utensílios utilizados para a retirada dos resíduos são disponibilizados pela ONG Eco Local Brasil.

O cronograma das atividades pode ser acompanhado pelo perfil da marca no instagram @corecaseofficial e no site da Eco Local Brasil: ecolocalbrasil.org.br. A data das ações pode sofrer alteração em virtude das condições climáticas.

Destino correto para o lixo

As atividades do Praia Limpa estão sendo apresentadas pela marca brasileira-canadense Core Case, que além de ser especializada na fabricação de itens utilizados no ramo da mineração, também desenvolve roupas e acessórios feitos a partir de pet reciclado. Eduardo do Rosário, gerente da marca, explica que o Projeto já passou por várias praias este ano e estima que, só em 2021, já tenham sido recolhidos cerca de 800 quilos de lixo.

“É preciso repensarmos nossos hábitos de consumo e optarmos, urgentemente, por um estilo de vida mais consciente. Todos estes resíduos que vêm sendo recolhidos das praias finalmente ganharão um destino correto, deixando de vagar pelos oceanos e de impactar na vida marinha. Mas sabemos que ainda há muito a ser feito pelo planeta. Essa é uma causa que acreditamos e temos muito orgulho de apoiar”, conta.

Eduardo explica que, a partir do lixo recolhido das praias neste verão, já foi possível fabricar novos produtos, que saíram da orla para ganhar uma nova utilidade. Na Eco Bus Store, loja física da marca localizada na Praia Brava/Itajaí, é possível sentar um banco feito a partir deste material. Um vaso para plantas também foi fabricado a partir do lixo retirado das praias neste verão.

“As duas peças foram construídas por meio de uma mistura de vários resíduos. Foram usados em torno de 40 quilos de lixo para fazer o banco e 330 gramas de resíduos para o vaso. São pequenas ações que, somadas, ganham visibilidade e ajudam a despertar a consciência de mais e mais pessoas para a importância de separar o lixo para a reciclagem”, reforça.

Após o término da ação da Atalaia desta sexta, os participantes poderão visitar a Eco Bu Store, na Praia Brava, para conhecer o espaço e os produtos que são produzidos a partir de pet reciclado.

Comentários