“Muito legal, quero voltar mais vezes. Não imaginava que fosse tão bom”, diz ele após um banho de mar

Para quem mora em região litorânea, ir à praia faz parte da rotina. É como se o mar fosse o quintal de casa. Mas pra quem mora em cidade pequena, bem longe do litoral, a realidade é outra. Ir à praia torna-se uma tarefa muito bem programada, são meses de planejamento e também de economias… Planejamento que Itacir Luis Anesse nunca conseguiu tirar do papel (não por falta de vontade). O agricultor mora em Tenente Portela, interior do Rio Grande do Sul e até alguns dias atrás não tinha ideia de quando finalmente conheceria a praia.

Itacir só soube trabalhar na vida. Ingressou na agricultura ainda quando criança. Não teve oportunidade de estudar. Ficou viúvo ainda jovem, depois enfrentou uma depressão e teve que unir forças para criar as duas filhas órfãs de mãe. A vida foi passando e Itacir, anos mais tarde, se casou novamente com dona Dalva.

Diante de uma vida cheia de dificuldades, um simples veraneio na praia não era tão simples assim. Da cidade dele até a praia mais próxima são aproximadamente 700 km, em torno de 9h de viagem. Claro que tomar um banho de mar estava nas metas de vida do itacir, mas ele não imaginava que isso aconteceria nesse início de ano.

Durante essa semana uma viagem inesperada apareceu para o agricultor. Com ela, uma escala rápida em Itajaí. Chegou a tão esperada hora do encontro com o mar! Itacir chegou a comentar comigo que pensou que não teria esse privilegio na vida… mas o destino surpreendeu de forma positiva!

Já em terras catarinenses, Itacir escolheu a praia de Cabeçudas para conhecer. O dia ensolarado corou o momento. Um, dois, três passos e ele já sentia as ondas batendo nos pés. Ficou emocionado. Realizado. Foram poucas horas, mas foi o suficiente para realizar o sonho e ainda aproveitar o mar calmo e tranquilo. “Muito legal, quero voltar mais vezes. Não imaginava que fosse tão bom”, diz ele após o primeiro banho de mar.

Que não faltem oportunidades para você voltar à praia Itacir! Terei o prazer de recebê-lo novamente em minha casa!!!

Itacir é meu padrasto e essa jornalista que ama contar uma boa história não poderia deixar de passar o acontecimento mais emocionante da semana. Se você leu esse texto até o final, lembre-se disso: a felicidade não está à venda! Valorize suas raízes! Beijos de Luz.

Greici Siezemel

Deu até pra tomar uma água de coco!
Comentários