A Adobe eliminou o Flash Player oficialmente, o plug-in de web browser. Odiado por sua vulnerabilidade de segurança e os bugs, ele foi amplamente usado para visualizar conteúdo rico como jogos, vídeos e outras mídias online. Desde 31 de dezembro, a Adobe não oferece mais suporte ao plug-in, e a partir desta terça-feira (12), a empresa vai bloquear a execusão de conteúdos Flash no Flash Player.

Embora o Flash tenha desempenhado um papel crucial nos primeiros dias da Internet (ele era, por exemplo, a forma padrão como o YouTube reproduzia seus vídeos), o Flash se tornou obsoleto. Padrões da web abertos como HTML5 tornaram possível incorporar conteúdo diretamente em páginas da web.

Mesmo quando ainda era útil, o Flash estava longe de ser universalmente amado. Quando alguns usuários de iPhone lamentaram a falta de Flash em seus dispositivos, tornando alguns sites inutilizáveis,  o cofundador da Apple (AAPL) Steve Jobs se recusava a ceder. Em 2010, ele escreveu uma ácida carta aberta sobre o software, dizendo que iPhones e iPads nunca suportariam Flash, que por anos foi atormentado com bugs e vulnerabilidades de segurança.

Um ano depois, a Adobe disse que não desenvolveria mais o software em dispositivos móveis. O Flash Player permaneceu uma ferramenta onipresente para desktop em vários navegadores da web, com mais de 1 bilhão de usuários apenas uma década atrás, tornando-se uma vulnerabilidade particularmente útil para os hackers explorarem.

O software era um alvo notório para hackers e resultou em várias violações de segurança importantes. À medida que o HTML5 começou a superar o Flash, seu uso diminuiu. Em 2014, 80% dos usuários do Google Chrome visitaram um site com código Flash. Isso caiu para apenas 17% em 2017.

Embora alguns sistemas operacionais e navegadores já tenham descontinuado o Flash, a Adobe está encorajando as pessoas a verificarem se o Flash Player foi desinstalado de seus dispositivos imediatamente “para ajudar a proteger seus sistemas”, porque ele não receberá mais atualizações de segurança. Os conteúdos também serão bloqueados a partir desta terça-feira.

Como desinstalar

A empresa publicou instruções de desinstalação para usuários de Windows e Mac. Veja como funciona:

1. Baixe um aplicativo desinstalador para Flash Player. Há um sistema diferente para cada sistema operacional; e se você usar um Mac, preste atenção na versão do sistema operacional que está usando;

2. Execute o desinstalador. No Windows, primeiro você precisa fechar todos os navegadores e programas que usam Flash. No iOS, você fará isso como parte do processo;

3. Em seguida, você pode verificar se a desinstalação foi bem-sucedida reiniciando o computador e verificando o status do Flash Player no seu computador a partir do site da Adobe.

Adeus, Flash Player!

Comentários