Diante de muitas teorias e diz-que-me-diz sobre como saber se você ainda é a fim do seu último (ou seja lá qual for) amor eu tenho a minha teoria própria. Depois de muitas análises, conversar, observações e claro, experiência própria, eu cheguei as minhas conclusões sobre o assunto.

Xiii! Lá vem bomba!

Todo mundo sabe que o fim de um relacionamento é sempre um momento chato e delicado, que parece o fim do mundo, mas se você está passando por isso exatamente agora entenda: não é. O que acontece, para começar a análise, é que você passa um tempão ao lado de uma pessoa, você está acostumado a ter alguém e agora acha que está sozinho no mundo e que não vai mais achar alguém para ocupar o posto agora vazio. Mas vamos pensar assim: você não nasceu grudada à essa pessoa, logo, não depende dela para viver. Se tu for somar o tempo que passou com ela e comparar com o tempo que tens de vida vais chegar a conclusão que ele nem foi tão significante assim. 

Meenos drama, ok?

Mas não é exatamente disso que eu quero falar, o que eu vim dizer para vocês é para não caírem na fórmula secreta que todos apresentam para você quando acaba um relacionamento: “nada melhor que um novo amor para esquecer outro”. Nunca li tanta bobagem em uma frase tão pequena. O maior erro que as pessoas cometem quando estão em um pós-namoro é tentar, de tudo o que é jeito, achar um novo amor em 24 horas.

Vou explicar porque eu tenho certeza que essa teoria é a maior furada: primeiro porque a felicidade de ninguém está diretamente relacionada em ter alguém. Segundo porque é bem provável que a primeira pessoa que você se relaciona depois do fim do namoro não foi tão selecionada assim, porque afinal você está ficando com ela para esquecer quem ainda ama e isso pode fazer com que o erro se repita e você sofra de novo.

Terceiro: você vai ficar, automaticamente, comparando as duas pessoas, a conversa, o beijo, o carinho e vai ficar tão confuso que não saberá tomar uma decisão racional. Quarto e para mim o mais importante: você precisa aprender (ou reaprender) a viver sozinho e com a sua liberdade, redescobrir o que você tinha antes e que te fazia sim feliz. Aprender a olhar ao redor e perceber que está novamente livre, que pode fazer o que bem entender.

Isso aí garota! Você é a dona da sua felicidade

Essa “solidão” é extremamente necessária. Necessária para você conseguir ser feliz consigo mesmo, para aprender que a felicidade depende única e exclusivamente de você e de mais ninguém. Eu arrisco em afirmar que a pior coisa que tem quando se sai de um relacionamento é entrar logo em outro. Para mim, salvo algumas exceções, isso demonstra o grau de desespero de uma pessoa em encontrar alguém a qualquer custo e posso dizer ainda que é uma derrota com o próprio EU. Porque o EU teu não sabe viver sem o Eu de alguém. No momento em que não conseguimos ser felizes sozinhos, estaremos nos predestinando a passar a vida inteira desse jeito.

Não quero ser injusta, porque é claro que existem pessoas com a “sorte” de sair de um namoro desgastante e logo encontrar alguém legal. Mas isso é raro, pode ter certeza, a maioria não consegue perceber que, na verdade. passa por um momento difícil, carente e se entrega ao amor do primeiro que passa pela frente e diz palavras bonitas. Aliás, desconfie de quem te diz palavras bonitas logo que te conhece, são os piores! (experiência própria).

No momento em que você termina um namoro em que havia amor de verdade e você passa um tempo sozinho, seguindo sua vida da maneira que você quer, você chega a conclusão de que a tua liberdade não tem preço, de que se alguma coisa não deu certo foi porque, mais cedo ou mais tarde, a ruptura iria acontecer. Você aprende que a vida pode ser ainda melhor, que o amor entre duas pessoas é bonito sim mas que existem tantas outras coisas que podem acrescentar muito mais ao seu dia-a-dia. Só depois de você conseguir recompor sua rotina sozinho é que você vai realmente esquecer quem você amava e estará pronto para talvez, sem pressa e sem afobação, encontrar alguém.

(texto escrito em outubro de 20015, guardado para ser compartilhado no momento certo, espero que possa ter ajudado você)

Comentários