Durante essa semana está acontecendo um mutirão de cadastramento de artistas, profissionais e amadores, para receber um auxílio emergencial no valor de R$ 600, durante três meses. O valor é referente a Lei Federal Aldir Blanc e deve ajudar os profissionais da área afetados financeiramente pela pandemia. A ação é realizada em escolas dos bairros Murta, Dom Bosco e Cidade Nova.

O mutirão iniciou nessa segunda-feira (05), na Escola Hulse Peixoto (Murta). Na terça-feira (06), a ação será das 16h às 20h na Escola Maria Dutra Gomes (Dom Bosco). Por último, na quarta-feira (07), os interessados serão atendidos na Escola Pedro Rizzi (Cidade Nova), das 13h às 17h.

Para receber é necessário estar desempregado, não ter recebido o auxílio emergencial do governo, ser trabalhador da cadeia artística e/ou do artesanato.

Atuantes de todas as linguagens da arte e operários da área podem receber, como cenotécnicos, sonoplastas, contrarregras, operadores de luz e som, montadores, bilheteiros, produtores, camareiros, entre outros que compõem a cadeia de produção artística. Podem se cadastrar também artesãos, artistas de rua e circo.

A Lei Aldir Blanc tem o objetivo de garantir uma renda emergencial para trabalhadores da cultura durante a pandemia de COVID-19.

Documentação
Para o cadastro é necessário ter em mãos CPF, endereço com CEP e e-mail. Se o artista tiver fotos e vídeos, pode trazer para inserir no cadastro. Também é indicado que o artista organize em um papel as atividades realizadas desde 2018.

Mais informações através do telefone: 47 98815 – 9698

Comentários