Já não é mais segredo para ninguém que além de profissão, eu encaro o coaching como filosofia de vida. Uma das coisas que mais me fascina é a questão de como mudei ( e estou em constante evolução) quanto a percepção sobre as coisas, sentimentos e pessoas.

Na verdade, o coaching possui o seguinte lema: “tudo o que vier é bem-vindo. Deixa que venha. Se for bom, deixe que fique. Se for ruim, deixa que vá.” E por vários momentos ou situações, me pego a refletir através deste lema.

Sabemos que relacionamentos são mega desafiadores. Viver a dois não é algo tão simples, porém com o tempo as duas pessoas que antes viviam sozinhas, acabam se adaptando uma a outra. Ao menos é o que sempre ouvimos por aí.

Mas quantas vezes nos submetemos a um relacionamento nada agradável, onde nos anulamos, na esperança de que um dia talvez a coisa mude? Aí que está o grande “X” da questão: sempre queremos que os outros mudem. Às vezes, para não dizer quase sempre, a principal mudança precisa ocorrer primeiramente em mim! Mas como? Se meu companheiro é que está errado?

Bem, querer mudar o outro é algo extremamente complexo e cansativo. Para que haja qualidade em um relacionamento, precisamos entender que cada um possui a responsabilidade de 50% do sucesso e da real felicidade almejada pelos casais. É necessário ceder, refletir, agradecer, pedir desculpas, amar, respeitar, mas acima de tudo que a mola propulsora seja a parceria e admiração pelo o que cada um é, com suas qualidades e seus defeitos. E que juntos possam qualificar as habilidades e amenizar as imperfeições, sempre em comum acordo.

O relacionamento precisa ser bom para ambos. Quando somente um muda, cede, abre mão de seus sonhos, desejos e atividades, o conviver começa a ser pesado, dolorido. Quer ter mais qualidade em sua vida a dois? Então comece a praticar o diálogo, deixar o orgulho de lado, mudar quantas vezes forem necessário. Mas uma coisa é certo: se for bom, deixe que fique e lute por isso. Se for ruim e foi tentado de todas as formas, deixa que vá, pare de sofrer. Lembre-se que uma das necessidades do ser humano é ser notado, reconhecido e amado.

Nesse sentido, que o amor possa prevalecer durante toda a jornada de vida a dois. Sempre para ambos os lados. Relacionamento com qualidade é aquele que todos estão felizes, apesar das adversidades do dia a dia.

Com carinho,
Ana Caroline

Comentários