Um projeto de lei aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores de Penha no dia 17 de agosto estabeleceu uma multa de R$23 mil aos donos de cachorros barulhentos. A lei considera um ato de infração quando o dono não impedir os pets de latir. A proposta foi apresentada pelo vereador Everaldo Dal Posso (PL), e recebeu parecer favorável da procuradoria jurídica do Legislativo. Também ganhou aval da Comissão de Constituição, Justiça e Redação antes de ir a plenário. 

Everaldo Dal Posso (PL)

Diante da polêmica causada com a aprovação muitos vereadores chegaram a admitir que só votaram a favor pois não sabiam direito do que se tratava a lei, ou seja, não leram o projeto. Por sorte, o prefeito Aquiles da Costa (MDB) vetou a ideia. O veto seguiu nesta quarta-feira (26) para a Câmara, e deve ser lido em plenário na próxima sessão, segunda-feira. A expectativa é que o veto seja mantido pelos vereadores.

Polêmica

Nas redes sociais o caso virou polêmica e piada diante de tamanho absurdo. Os comentários mostram a revolta dos internautas:

A polêmica teve vez no Instagram também:

Outra polêmica envolvendo os animais aconteceu essa semana. Em Curitibanos uma mulher foi multada por dar comida e água para animais de rua. Os moradores do condomínio alegaram que os cachorros estavam se aglomerando na frente do prédio e que isso os estaria incomodando. A mulher recebeu R$274,00 de multa.

E você? O que achou do projeto de lei aprovado em Penha, gostaria que entrasse em vigor?

Comentários