Provavelmente já deve ter escutado alguma história envolvendo uma criatura que mata animais e não deixava rastros de sangue. O fenômeno envolvendo o chupa-cabra desperta o interesse de muitos ufólogos há mais de 20 anos.

O primeiro caso que se tem registro ocorreu em Porto Rico em 1995, onde alguns animais apareceram mortos com ferimentos no pescoço e sem sangue no corpo. Se não bastasse isso, também não haviam vestígios de sangue no local.

Posteriormente, outros eventos envolvendo o suposto chupa-cabra também ocorreram no Brasil, Argentina, Chile, Peru, Nicarágua, México e Estados Unidos. 

Os casos envolvendo o chupa-cabra estão ligados a morte de animais como galinhas, patos, cabras , os quais são encontrados com ferimentos circulares na região do pescoço. As mortes ocorrem durante o período da noite e geralmente são registrados em regiões rurais, porém também existem relatos de ataques em centros urbanos.

Criatura desconhecida

Em muitos ataques da tal criatura, foram encontradas pegadas em formato desconhecido. As marcas deixadas se assemelham a garras, mas após analises de laboratório, os resultados não se pareceram com nenhum tipo de animal conhecido, não sendo possível identificar sua origem.

Além disso, as marcas encontradas nos animais mortos, não se assemelham a ataques de cães, onças ou outro predador, o que leva a crer que seja realmente de outra criatura.

Representação artística do chupa-cabra

No Brasil

No Brasil há dezenas de registros de ataques do chupa-cabra desde 1996. Em alguns destes casos, testemunhas relataram luzes estranhas no céu antes do ataques.

Em Santa Catarina, somente nos últimos cinco anos, foram registrados mais de 100 casos envolvendo ataque e morte de animais com as características do chupa-cabra que até hoje estão sem respostas.

Existem muitas teorias sobre a origem da suposta criatura. As principais defendem se tratar de uma espécie de predador desconhecido, um híbrido que escapou de algum laboratório de pesquisa e também de origem extraterrestre.

Então, o que você acha? Será que o chupa-cabra existe mesmo? Ou é apenas uma lenda urbana?

Comentários